O que significa “Continue o injusto a praticar a injustiça”?

O que significa “Continue o injusto a praticar a injustiça”?

O que significa “Continue o injusto a praticar a injustiça”?

Ao apóstolo João foi revelado por um anjo:

Então me disse: “Não sele as palavras da profecia deste livro, pois o tempo está próximo. Continue o injusto a praticar a injustiça; continue o imundo na imundície; continue o justo a praticar justiça; e continue o santo a santificar-se”. Apocalipse 22:10-11

Onde está escrito “Não sele as palavras da profecia deste livro” significa que esta profecia está às claras, aberta para qualquer um ao entendimento e me sinto compelido a pregá-la.

“Continue o injusto a praticar a injustiça; continue o imundo na imundície” claramente os ímpios ficarão ainda piores, cada vez mais odiosos e sem máscaras. “… e continue o santo a justificar-se” significa que os santos ficarão cada vez mais santos. Por que? Será que Deus está mandando a humanidade ao pecado? De certo que  não. É claro agora que está chegando o tempo do julgamento final; da colheita; da separação dos que prestam dos que não servem para nada. Está escrito:

Jesus lhes contou outra parábola, dizendo: “o Reino dos céus é como um homem que semeou boa semente em seu campo. Mas enquanto todos dormiam, veio o seu inimigo e semeou o joio no meio do trigo e se foi. Quando o trigo brotou e formou espigas, o joio também apareceu.

Os servos do dono do campo dirigiram-se a ele e disseram: “O Senhor não semeou boa semente em seu campo? Então, de onde veio o joio?”

“Um inimigo fez isso”, respondeu ele.

“Os servos lhe perguntaram: ‘o Senhor quer que a tiremos?

Ele respondeu: “Não, porque, ao tirar o joio, vocês poderão arrancar com ele o trigo. Deixem que cresçam juntos até a colheita. Então direi aos encarregados da colheita: juntem primeiro o joio e amarrem-no em feixes para ser queimado; depois juntem o trigo e guardem-no no meu celeiro”.

A parábola explica que os injustos (“joio”) e os justos (“trigo”) crescerão juntos: “Deixem que cresçam juntos até a colheita”. Ora, a “colheita” é o dia do julgamento e a notar como os injustos estão extraordinariamente injustos o tempo está muito próximo mesmo! Quando somos jovens cometemos muitos erros e podemos facilmente ser confundidos com quem não presta. É importante que amadureçamos para poder escolher entre o bem ou o mal, infelizmente. É experimentando o mal que nossos olhos se abrem:

Quando a mulher viu que a árvore parecia agradável ao paladar, era atraente aos olhos e, além disso, desejável para dela se obter discernimento, tomou do seu fruto, comeu-o e o deu a seu marido, que comeu também. Os olhos dos dois se abriram, e perceberam que estavam nus…” Gênesis 3:6-7

Claramente se percebe que os nossos olhos se abrem quando experimentamos o mal. O “fruto proibido por Deus” deu entendimento a Adão e Eva e enxergaram coisas que estavam até então invisíveis para eles.

Quando “experimentamos do mal” nos confundimos com os ímpios porque pecamos mas quando “crescemos” (e podemos interpretar “crescer” com “amadurecer”) fazemos nossa escolha: ser “joio” ou “trigo”. Lembro que “joio” é uma erva daninha e cresce menos que o trigo embora quando comparados são muito parecidos. Somente quando ambos crescem é que é possível separá-los sem danificar o trigo. Reparemos outro ponto importante: o “joio” sempre é “menor” que o “trigo” quando ambos crescem. Então, pouco importa o quanto se enriquecem os ímpios. Sempre serão pequenos quando comparados aos justos!

Nestes tempos que as igrejas estão dando horríveis e detestáveis testemunhos com pastores e seguidores com “suas arminhas na mão” (flagrante sinal da besta); juízes  se vendendo para conseguir cargos políticos só podemos deduzir que:

“Eis que venho em Breve! A minha recompensa está comigo , e eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último; o Princípio e o Fim”. Apocalipse 22:12-13

Eis que eu indico claramente o sinal da besta para que ninguém se engane:

Um terceiro anjo os seguiu, dizendo em alta voz: “Se alguém adorar a besta e a sua imagem e receber a sua marca na testa ou na mão, também beberá do vinho do furor de Deus que foi derramado se mistura no cálice da sua ira. Será ainda atormentado com enxofre ardente na presença dos santos anjos e do Cordeiro, e a fumaça do tormento de tais pessoas sobe para todo o sempre. Para todos os que adoram a besta e a sua imagem, e para quem recebe a marca do seu nome, não há descanso, dia e noite. Aqui está a perseverança dos santos que obedecem aos mandamentos de Deus e permanecem fiéis a Jesus”.

Pois façam arminhas com as mãos! Porque “Continue o injusto a praticar a injustiça…” usem a marca desta besta cada vez mais decididos! Pois este selo (segredo) já se abriu:

Quando o Cordeiro abriu o segundo selo, ouvi o segundo ser vivente dizer: “Venha! Então saiu outro cavalo; e este era vermelho. Seu cavaleiro recebeu poder para tirar a paz da terra e fazer que os homens se matassem uns aos outros. E lhe foi dada uma grande espada. Apocalipse 6:3-4

Matem-se uns aos outros. Eu não vos tolero mais,  malditos!

Alessandro Marlos é produtor de conteúdo para ensino a distância – https://globalead.com.br

Related Posts

0 comments

Leave your reply

*" value="" aria-required='true' />
*" value="" aria-required='true' />