O que significa: os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos”?

O que significa: os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos”?

Os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos

O que quer dizer isso?

“Assim, os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos” (Mateus 20:18).

Neste contexto Jesus estava contando a “parábola dos trabalhadores da vinha”. Nesta parábola um empresário chamou vários trabalhadores para sua vinha porém uns trabalharam mais que outros, pois começaram a labutar mais cedo.  Paradoxalmente o que começaram a trabalhar por último foram chamados para receber seu salário primeiro.

O contexto desta parábola em  “Mateus” é bem direcionada à recompensa de nosso trabalho. Por vezes pensamos que deveremos receber mais do que efetivamente recebemos devido ao trabalho ser árduo. Isto não quer dizer que estamos sendo injustiçados. Repare na resposta de Deus sobre isso e acompanhe depois a devida explicação:

“Amigo, não estou sendo injusto com você. Você não concordou em trabalhar por um denário? Receba o que é seu e vá. Eu quero dar ao que foi contratado por último o mesmo que lhe dei. Não tenho o direito de fazer o que quero com o meu dinheiro? Ou você está com inveja porque sou generoso?” (Mateus 20: 13-15)

Eu não vou deixar vocês sem resposta. Na verdade muitas vezes somos priorizados; somos “primeiros” em muitas ocasiões em nossa vida enquanto outros parecem ser postergados em seus anseios. Para que haja justiça convém que por vezes sejamos os últimos e muitos sejam primeiros.

Por vezes o sucesso ou nossos desejos mais íntimos parecem nunca chegar. Um dos motivos disto é que em outros momentos nós fomos privilegiados e outros não.

Quanto a justificativa de Deus ( “Eu não tenho o direito de fazer o que quero com o meu dinheiro”? ) é outra verdade indelével. Ele a usou para esclarecer porque escolheu Nabucodonosor como Senhor de toda terra no Antigo Testamento:

“Eu fiz a terra, os seres humanos e os animais que nela estão, com o meu grande poder e com meu braço estendido, e eu a dou a quem eu quiser. ” Jeremias 27:5

Inúmeras vezes podemos acreditar que ser um bom servo de Deus nos credita a ser melhor recompensado que outros mas isto também não é garantia. Reparem:

Qual de vocês que, tendo um servo que esteja arando ou cuidando das ovelhas, lhe dirá, quando ele chegar do campo: “Venha agora e sente-se para comer?” Ao contrário, não dirá: “prepare o meu jantar, apronte-se e sirva-me enquanto como e bebo; depois disso você pode comer e beber? Será que ele agradecerá ao servo por ter feito o que lhe foi ordenado? Assim também vocês, quando tiverem feito tudo que lhes foi ordenado, devem dizer: “Somos servos inúteis; apenas cumprimos o nosso dever” Lucas 17:7

Isto não quer dizer que passaremos necessidades em servir a Deus, Buscar e Executar Seus desejos:

“Não busquem ansiosamente o que comer ou beber; não se preocupem com isso; Pois o mundo pagão é que corre atrás dessas coisas; mas o Pai sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, o Reino de Deus, e essas coisas lhes serão acrescentadas”. Lucas 12:29-31

Lembrem-se também que quem muito recebe muito é cobrado:

Aquele servo que conhece a vontade de seu Senhor e não prepara o que ele deseja, nem o realiza, receberá muitos açoites. Mas aquele que não a conhece e pratica coisas merecedoras de castigo, receberá poucos açoites: a quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido. Lucas 12:47-48

Related Posts

0 comments

Leave your reply

*" value="" aria-required='true' />
*" value="" aria-required='true' />