É injusto quando uma pessoa manda na outra? Quando alguém sujeita outra às suas vontades?

Sempre quis saber se havia justiça se uma pessoa era Rei a outra escrava. Todavia sei que Deus é justo e faz tanto o Rei quanto o escravo.

Entendamos que Deus faz o Rei, o que não significa contudo que ele sempre reinará.  Nosso Senhor fez Jacó para ser Rei, mas ele foi escravo: “Sete anos te servirei por Raquel, tua filha menor.(Gênesis 29,18)” e na verdade este ficou 14 anos como escravo e só se libertou quando não suportou mais o jugo que lhe fora imposto, caindo nele mesmo a mesma maldição que fora imposta para Esaú em Gênesis 27:40, passagem que poucos conhecem e entenderam: “quando não suportar mais arrancará do pescoço o jugo”, pois tanto Esaú quanto Jacó eram Reis e não foram feitos para servir sem se rebelar.

Outro exemplo de Rei que foi submetido à escravidão é José, Fico de Jacó que foi traído pelos próprios irmãos e vendido como escravo por mercadores no Egito.  Ele ficou preso durante anos até que o Faraó o fizesse o segundo no comando de toda a mais poderosa nação do mundo, naquela ocasião.

O mesmo grande Rei Davi também foi escravizado, vivendo em cavernas feito um indigente enquanto o Rei Saú o procurava para tirar sua vida.

Estar na condição de escravo não tira a coroa do Rei, porque Ele foi feito para ser Rei.  Deus por vezes nos faz sujeitos a outras pessoas mesmo que flagrantemente sejamos mais capazes que quem nos lidera.  Por que Deus faz isso?  Por que quando estamos na condição inferior, podemos aprender a lidar melhor com nosso semelhante.  Assim, mesmo que tenhamos mais recurso financeiro que nosso próximo, precisamos aprender como ele se sente e como gostaria de ser tratado. Um Rei será um Rei melhor se um dia for escravo.

No Novo Testamento em várias oportunidades está escrito que se somos escravos devemos tratar nosso Mestre com dignidade e respeito, fazendo o melhor possível mesmo ele sendo cruel. Porque se o que nos lidera é nosso Rei é por vontade do Senhor. Deus tudo sabe. Por ventura Ele não sabe que estamos sendo bem ou mal tratados? Mas até quando somos mal tratados é para nosso bem.

Deus aprova o coração humilhado e não deixa impune uma má ação.

Deus ordena que vivamos em comunhão uns com os outros; que amemos uns aos outros e quem faz essas coisas é que é Filho de Deus.

É difícil lidar com as diferenças, suportar o que não toleramos no nosso próximo, mas o que nos une é Cristo que dá sabedoria todo o tempo.  Para todas as nossas ações precisamos de Jesus e é Ele mesmo quem nos orienta o tempo todo. Assim, tendo nós sido feitos como Reis ou Escravos, seremos felizes, porque há comunhão uns com os outros.

Sem Ele não é possível viver.

Amém.

Related Posts

0 comments

Leave your reply

*" value="" aria-required='true' />
*" value="" aria-required='true' />